Conheça as principais normas da Vigilância Sanitária para Clínicas de Estética

Neste artigo, vamos explorar as principais normas da vigilância sanitária que toda clínica de estética deve seguir. Abordaremos aspectos essenciais como a organização da área física, o manejo de medicamentos, a esterilização de equipamentos, o gerenciamento de resíduos e a manutenção de documentos obrigatórios.

Compartilhe isso com alguém:

Normas da vigilância sanitária

Neste artigo você irá conhecer as principais normas da vigilância sanitária para clínicas de estética.

Você receberá aqui informações precisas e confiáveis para a regulamentação sanitária da sua clínica de estética (ou centro de estética). Mas saiba que mesmo assim o presente artigo não esgota o assunto. Além de que é de extrema importância a consulta de um advogado competente.

As regulamentações estabelecidas pela vigilância sanitária visam assegurar que todos os procedimentos estéticos sejam realizados de maneira segura, higiênica e eficaz. Para os proprietários e gestores de clínicas, entender e implementar essas normas é crucial não apenas para evitar penalidades legais, mas também para construir uma reputação de confiança e excelência no mercado.

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) desempenha um papel fundamental na regulamentação desses estabelecimentos. A ANVISA estabelece diretrizes e padrões de qualidade que as clínicas de estética devem seguir, assegurando que todos os procedimentos sejam realizados de forma segura e eficaz.

Um dos principais instrumentos regulatórios da ANVISA são as Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC). Essas resoluções detalham as exigências sanitárias em várias áreas, como a estrutura física das clínicas, os protocolos de higiene, o manuseio de medicamentos e a gestão de resíduos. As RDC’s são essenciais para manter a segurança sanitária e a integridade dos serviços prestados pelas clínicas de estética.

Neste artigo, vamos explorar as principais normas da vigilância sanitária que toda clínica de estética deve seguir. Abordaremos aspectos essenciais como a organização da área física, o manejo de medicamentos, a esterilização de equipamentos, o gerenciamento de resíduos e a manutenção de documentos obrigatórios.

Acompanhe-nos para garantir que sua clínica esteja preparada para uma vistoria sanitária e ofereça o melhor cuidado possível aos seus clientes.

Qual é a importância de regularizar a clínica estética conforme as normas sanitárias?

Regularizar a sua clínica de estética conforme as normas sanitárias é crucial para assegurar a segurança dos clientes, proteger a saúde pública e garantir o sucesso do seu negócio. Seguir essas normas traz inúmeros benefícios, que vão desde a conformidade legal até a melhoria da reputação da clínica.

Aqui estão os principais motivos pelos quais a regularização é tão importante:

  • Garantir a segurança dos clientes
  • Cumprir a legislação
  • Melhorar a reputação da clínica
  • Aumentar a eficiência operacional
  • Prevenir problemas legais
  • Promover um ambiente de trabalho seguro
  • Facilitar a vistoria sanitária

6 normas da vigilância sanitária para regularizar a sua clínica de estética

Regularizar a sua clínica de estética segundo as normas sanitárias é um processo essencial para garantir a segurança dos procedimentos, a conformidade legal e a confiança dos clientes. Para alcançar a regularização, é necessário seguir uma série de etapas que envolvem desde a documentação até a implementação de práticas de higiene e segurança. 

Aqui está um guia prático com as principais normas da vigilância sanitária para clínicas de estética:

1) Área Física

Cuidar da área física da clínica de estética é fundamental para garantir a conformidade com as normas da vigilância sanitária. As autoridades sanitárias realizam vistorias rigorosas para assegurar que as instalações estão adequadas e seguras para os procedimentos estéticos. 

Por isso, recomendamos que você verifique se a estrutura física da clínica atende às exigências sanitárias. Isso inclui áreas bem delimitadas para recepção, salas de procedimentos, sanitários, e áreas de esterilização.

As instalações devem ser projetadas para facilitar a limpeza e a manutenção, utilizando materiais adequados e resistentes.

Aqui estão os pontos principais que a clínica deve observar:

  • Acesso adaptado para portadores de necessidades especiais;
  • Áreas externas e internas em boas condições de higiene e limpeza;
  • Sala de espera confortável para os pacientes e acompanhantes, com assentos suficientes e em bom estado;
  • Ausência de fiação exposta ou fios danificados em qualquer dependência;
  • Lavatório exclusivo para higienização das mãos com sabonete líquido e papel toalha descartável nos consultórios de atendimento aos pacientes.

2) Medicamentos

Garantir os cuidados adequados com os medicamentos na clínica de estética é essencial para cumprir as normas da vigilância sanitária e proporcionar um atendimento seguro aos clientes. Durante a vistoria, os fiscais avaliam minuciosamente como os medicamentos são armazenados, manuseados e administrados.

Por isso, garanta que todos os medicamentos, injetáveis e insumos estejam armazenados conforme as recomendações do fabricante e as normas sanitárias. Utilize armários e refrigeradores específicos para manter os produtos em condições ideais, e monitore regularmente a validade dos itens.

Aqui estão os pontos principais que a clínica deve observar:

  • Armazenamento refrigerado: se os injetáveis precisarem ser refrigerados, utilize uma geladeira exclusiva para medicamentos e produtos de saúde;
  • Certifique-se de que a temperatura da geladeira esteja conforme as especificações dos produtos;
  • Registro de temperatura: mantenha um registro da temperatura da geladeira para monitorar e comprovar o correto armazenamento. (Comprar termômetro, caso não tenha);
  • Acesso restrito: limite o acesso aos injetáveis apenas ao pessoal autorizado, como profissionais da saúde treinados;
  • Monitoramento regular: realize verificações regulares para garantir que os produtos estejam sendo armazenados corretamente e que não haja sinais de deterioração;
  • Descarte adequado: certifique-se de que os produtos vencidos ou danificados sejam descartados conforme as regulamentações locais para resíduos de saúde;
  • Os medicamentos termolábeis armazenados em geladeira exclusiva com termômetro e registro diário de temperatura.

3) Diretrizes gerais para o armazenamento de injetáveis

Seguir diretrizes gerais para o armazenamento de injetáveis é vital para qualquer clínica de estética que deseja estar em conformidade com as normas da vigilância sanitária. Os fiscais sanitários avaliam cuidadosamente como os injetáveis são armazenados, garantindo que todos os procedimentos sejam seguros e eficazes.

Aqui estão os pontos principais que a clínica deve observar:

  • Temperatura adequada: mantenha os injetáveis a uma temperatura adequada, conforme indicado pelo fabricante;
  • Alguns medicamentos podem exigir refrigeração, enquanto outros devem ser armazenados à temperatura ambiente;
  • Verifique as instruções específicas para cada produto;
  • Local seguro e limpo: armazene os injetáveis em um local limpo, seco e seguro, protegido da luz direta do sol, umidade e variações extremas de temperatura;
  • Rastreabilidade: rotule claramente os produtos injetáveis com informações como nome do medicamento, lote, data de validade e qualquer outra informação relevante. Isso ajuda a garantir a rastreabilidade e evita o uso de produtos vencidos.

4) Esterilização

Garantir a esterilização adequada na clínica de estética é crucial para cumprir as normas da vigilância sanitária e assegurar a segurança dos clientes. Durante a vistoria, os fiscais verificam rigorosamente os processos de esterilização para garantir que todas as práticas estão em conformidade com os padrões estabelecidos.

Aqui estão os principais pontos que destacam a importância desses cuidados:

  • Termômetro de bulbo no caso de estufa;
  • Controle adequado de temperatura/ tempo;
  • Autoclave: ciclo pré-estabelecido conforme instruções de uso dos fabricantes;
  • O material esterilizado é identificado com data do procedimento e validade para 07 dias;
  • No caso de autoclave o teste biológico é realizado semanalmente com registro em planilha;
  • Apresenta pia/ tanque exclusiva para lavagem dos instrumentos com água, sabão líquido e escova plástica;
  • Utiliza luva durante e limpeza do instrumental;
  • O material esterilizado é armazenado em local exclusivo, limpo e seco.

5) Resíduo

Gerenciar corretamente os resíduos na clínica de estética é essencial para cumprir as normas da vigilância sanitária e garantir um ambiente seguro e saudável. A fiscalização sanitária avalia detalhadamente como a clínica lida com diferentes tipos de resíduos, assegurando que todos os processos estejam em conformidade com os padrões regulamentares.

Por isso, implemente um sistema de gerenciamento de resíduos que siga as diretrizes da vigilância sanitária. Separe e descarte corretamente resíduos comuns, infectantes, químicos e perfurocortantes.

Utilize recipientes apropriados e mantenha contratos com empresas especializadas na coleta e destinação final desses resíduos.

Aqui estão os pontos principais que a clínica deve observar:

  • Resíduo comum acondicionado em saco plástico impermeável;
  • Resíduo comum armazenado em lixeira com tampa;
  • Resíduo infectante acondicionado em saco plástico branco;
  • Resíduo infectante armazenado em lixeira com tampa;
  • Resíduo perfuro cortante acondicionado em recipiente rígido;
  • Recipiente rígido para descarte de materiais perfurocortantes.

6) Mantenha documentos, licenças e alvarás

Manter a documentação em ordem é fundamental para garantir que a clínica de estética esteja em conformidade com as normas da vigilância sanitária. Durante a vistoria, os fiscais examinam minuciosamente uma série de documentos que comprovam a regularidade e a adequação das práticas da clínica.

Por isso, o primeiro passo é solicitar as licenças e alvarás de funcionamento junto aos órgãos competentes. Isso inclui a licença sanitária emitida pela Vigilância Sanitária local. Certifique-se de que a documentação da sua clínica esteja completa e atualizada, incluindo CNPJ, contrato social, e alvará de funcionamento.

Mantenha toda a documentação da clínica em ordem, incluindo registros de limpeza, esterilização, controle de estoque, treinamentos e manutenção de equipamentos. Esses documentos são essenciais para comprovar a conformidade durante as vistorias sanitárias.

Aqui estão os pontos principais que a clínica deve observar:

  • Manual de rotinas e procedimentos;
  • Termo do responsável técnico;
  • POP’s de todos os procedimentos realizados no estabelecimento;
  • Procedimentos operacionais padronizados (POP’s) sobre higiene e geral;
  • Plano de gerenciamento de resíduos de serviços de saúde (PGRSS);
  • Comprovante de cadastro na empresa coletora do lixo infectante e perfurocortante (é necessário o cliente fazer um contrato com a empresa).

Regularize a sua clínica de estética conforme as normas sanitárias e evite incômodos

Conhecer e seguir as principais normas da vigilância sanitária é essencial para o sucesso e a credibilidade de uma clínica de estética. A conformidade com as regulamentações da ANVISA e as Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC) não apenas garante a segurança e a saúde dos clientes, mas também protege a clínica de possíveis penalidades legais.

Ao regularizar sua clínica de estética, você demonstra um compromisso com a excelência e a responsabilidade. Implementar práticas adequadas de higiene, armazenar corretamente os medicamentos, gerenciar os resíduos de maneira segura e manter a documentação em ordem são passos fundamentais para cumprir as normas sanitárias.

Invista na formação contínua de sua equipe e fique sempre atualizado sobre as mudanças nas regulamentações. Esses cuidados não apenas facilitam as vistorias sanitárias, mas também promovem um ambiente de confiança e profissionalismo.

Lembre-se, uma clínica regularizada não só atende às exigências legais, mas também se destaca no mercado pela qualidade e segurança dos seus serviços. Clientes satisfeitos e seguros são a melhor garantia de um negócio próspero e respeitado.

Mantenha-se sempre em conformidade e colha os benefícios de uma operação bem-sucedida e livre de complicações.

Picture of Vitorino & Freitas - Sociedade de Advogados

Vitorino & Freitas - Sociedade de Advogados

Equipe de redação do Portal de Notícias (Blog Jurídico) do escritório de advocacia Vitorino & Freitas.

Compartilhe isso com alguém:

® Vitorino & Freitas – Sociedade de Advogados. 

© Todos os Direitos Reservados - 2024.

Aviso Legal: Nosso site usa cookies para melhorar a experiência dos visitantes. Ao continuar navegando, você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.